"O próximo objetivo da ofensiva russa poderá ser a luta por Kramatorsk e Sloviansk". A análise do major-general Isidro Morais Pereira

1 jun, 00:44

O major-general Isidro Morais Pereira analisou o possível controlo russo da região de Lugansk e o que pode significar essa vitória, reiterando que ambos os lados têm sofrido ganhos e perdas. 

O ex-representante da NATO na Europa falou ainda da possível ajuda vinda do Ocidente em termos de armamento.

Referiu que há um cuidado de "circunscrever os combates na Ucrânia", mas lembra que, apesar disso, o conflito está globalizado: "Se em termos militares estamos perante um conflito limitado, na vertente psicológica tudo tem sido feito para que seja um conflito à escala global". 

O major-general defendeu também que o novo pacote de sanções da União Europeia já tem impacto na Rússia e, a longo prazo, terá efeitos na capacidade da Rússia de regenerar potencial.

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados