“O patamar da escalada ainda não acabou”

1 nov, 12:45

Perante as ameaças recentes de Vladimir Putin, o major-general Agostinho Costa considera que “o patamar da escalada ainda não acabou”, mas que será a via diplomática a ditar o fim do conflito - “a dimensão militar nem é a mais importante”.

“Neste momento o que parece estar em cima da mesa é a possibilidade de um diálogo diplomático para esta crise”, frisa.

Sobre o facto de a Noruega ter aumentado esta semana o alerta militar, o major-general Agostinho Costa, em comentário à CNN Portugal, considera que o peso das forças armadas norueguesas é fraco, pois têm 23.350 militares e um exército com 8.400 militares. “É um exército insignificante”, apesar de ter um bom equipamento, diz.

Europa

Mais Europa

Patrocinados