O Natal ortodoxo celebrou-se na Ucrânia, mesmo com um "cessar-fogo" que acabou por ser "uma operação de marketing"

7 jan, 11:46

A Ucrânia segue o calendário juliano nas celebrações religiosas, motivo pelo qual o dia de Natal é comemorado do dia 7 de janeiro.

José Brissos-Lino, Diretor do Mestrado em Ciência das Religiões na Universidade Lusófona, explica o significado desta data para os fiéis ortodoxos e as diferenças com o Natal da Igreja Católica. 

O investigador considera ainda que a decisão unilateral de cessar-fogo anunciada pela Rússia foi propositadamente ambígua e teve como objetivo culpabilizar a Ucrânia por continuar a defender-se dos sucessivos ataques. 

Europa

Mais Europa

Patrocinados