O inferno de Bakhmut: ucranianos resistem e frente russa depende dos mercenários

Jornalista da Editoria de Internacional
5 mar 2023, 20:55

A Ucrânia garante que, apesar da intensificação dos ataques,  está a conseguir conter o avanço russo em Bakhmut. Mas os comandantes no terreno admitem que lhes faltam munições. O discurso é o mesmo do lado inimigo. O líder do Grupo Wagner voltou a queixar-se da falta de apoio de Moscovo e deixou um aviso: se os mercenários que comanda se retirarem de Bakhmut, a frente russa entrará em colapso.

Europa

Mais Europa

Mais Vistos

Patrocinados