“O ataque mais sério desde o regresso à democracia”. Homem tenta assassinar vice-presidente da Argentina, mas arma encravou

Editor de Internacional
2 set, 17:27

Numa fração de segundo, um homem apontou uma arma à vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, e o momento foi captado pelas câmaras de uma televisão local.  

O suspeito foi detido imediatamente pela polícia federal da Argentina e verificou-se que a arma estava carregada com cinco balas. As autoridades procuram agora saber os motivos e porque a arma não disparou, uma vez que o gatilho foi puxado. 

Presidente do país já veio condenar o episódio e decretou feriado nacional como forma de solidariedade. 

Mundo

Mais Mundo

Patrocinados