NATO-Rússia: quatro horas de reunião e, no final, ficou tudo na mesma

12 jan, 15:45

Os representantes da Rússia e da NATO reuniram-se esta quarta-feira em Bruxelas para abordar a situação na Ucrânia, numa altura em que a fronteira entre os dois países está cercada por mais de cem mil soldados russos.

O Ocidente receia que Moscovo esteja a preparar uma invasão ao país vizinho, mas os representares russos garantem que "não há razões" para esse receio. Todavia, os militares russos permanecem na fronteira e Moscovo não responde ao pedido de "desescalada" por parte dos Estados Unidos.

Mundo

Mais Mundo

Patrocinados