"Não se pode considerar que as casas estejam arrumadas". Manifesto dos 50 encontra-se com Provedora da Justiça

11 jul, 12:47

O Manifesto dos 50 tem encontro marcado com a Provedora da Justiça esta quinta-feira para, segundo Maria de Lurdes Rodrigues, "apresentar o manifesto e as preocupações de quem subscreveu". "Não é um ataque ao Ministério Público nem a nenhuma entidade da Justiça nem a nenhum profissional", rejeita.

Ainda assim, a signatária do Manifesto dos 50 critica a "forma pouco transparente de assumir a responsabilidade de quem dirige uma casa", aludindo à entrevista de Lucília Gago. 

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados