“Não podemos querer um bandido na nossa presidência”. Enquanto Bolsonaro passa de mota, na berma fala-se de fraude

Jornalista da Editoria de Internacional
1 out, 21:30

No último dia de campanha, Jair Bolsonaro apostou num desfile de mota, uma iniciativa tradicional na sua vida política. O presidente brasileiro circulou pelas ruas de São Paulo, onde ouviu gritos de apoio. Apesar de ter poucas hipóteses de ganhar na primeira volta, o otimismo não cede. Nem as alegações de fraude em mesas de voto por todo o país.

Brasil

Mais Brasil

Patrocinados