"Não podemos ir ao telhado porque nos podem confundir com franco-atiradores". Azovstal é o cenário da última batalha de Mariupol

14 abr, 20:25

A situação em Mariupol é a cada hora mais penosa para os últimos militares ucranianos. Restam algumas centenas ou alguns milhares de soldados, agora sitiados no interior do grande complexo metalúrgico Azovstal. 

O jornalista Bruno Amaral de Carvalho, que acompanha a progressão das tropas russas, chegou à linha da frente numa viagem com vários sobressaltos. 
 

Europa

Mais Europa

Patrocinados