"Não pode ser tolerado": Zelensky recusa relatório da Amnistia Internacional que sugere que a Ucrânia está a colocar civis em perigo

5 ago, 13:52

O presidente ucraniano rejeitou as críticas da Amnistia Internacional, que divulgou um relatório no qual acusa as forças de Kiev de colocarem em perigo a vida de civis.

Volodymyr Zelensky argumenta que não pode ser feita uma falsa equivalência entre o agressor e a vítima. 

Entretanto, do Mar Negro, saíram mais três navios de portos ucranianos carregados com milho. E a caminho de Odessa está o primeiro cargueiro que irá chegar à cidade depois do início da guerra, para carregar mais cereais.

Europa

Mais Europa

Patrocinados