"Na Síria foram precisos três anos para alcançar 4 milhões de refugiados. Na Ucrânia, bastaram alguns meses"

3 abr, 21:44

Estamos mais perto da guerra ou da paz? Paulo Portas, no seu habitual espaço de comentário “Global” afirma que há indicadores de ambos os lados e que é necessário observar as mudanças de estratégia da Rússia na Ucrânia nos últimos dias já que se tornou claro que “desistiu da ocupação total, mas não de fazer bombardeamentos à porta da Europa quando assim decide”.

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados