Mobília abandonada e corpos soterrados. "A face negra da humanidade" em Borodyanka

Editora -chefe
13 abr, 22:34

Os enviados especiais da CNN Portugal Lurdes Baeta e Miguel Bretiano estiveram em Borodyanka, um dos locais mais fustigados na Ucrânia, e comparam o que viram a um "cenário pós-catástrofe". "Sofás, frigoríficos, roupa estendida", são alguns dos objetos deixados para trás e que hoje permanecem entre os escombros. 

No local estão equipas de proteção civil, mas Lurdes Baeta diz que já não há esperanca de recuperar alguém com vida. "Os ataques ocorreram no dia 1 de março. Aviões estiveram a atirar bombas sobre aqueles prédios". 

Nos últimos seis dias já foram encontrados 27 corpos, mas os trabalhos prosseguem. "É a face negra da humanidade".

Europa

Mais Europa

Patrocinados