Mísseis que atingiram navio russo eram "muito difíceis de detetar", diz almirante Melo Gomes

14 abr, 23:29

Terá sido o ataque ao navio Moskva derivado de um erro por parte dos russos? O almirante Melo Gomes explica que "não é fácil estar muitos dias em permanente alerta" e que, além disso, foram atingidos por mísseis "muito difícieis de detetar". "Têm uma carga explosiva muito grande e ao atingirem estes navios causam danos muito significativos". 

Europa

Mais Europa

Patrocinados