Ministra da Saúde ressuscitou comissão criada em 2017 e que não apresentou qualquer resultado

22 jun, 21:33

A ministra da Saúde decidiu ressuscitar a comissão que tinha sido nomeada há cinco anos para rever a rede de cuidados materno-infantis, em que estão incluídas as urgências obstétricas e que deixou o trabalho a meio. As conclusões desta comissão deviam ter sido concluídas em cinco meses, mas não foram. Agora, a comissão está de volta, no meio desta crise no SNS.

Saúde

Mais Saúde

Patrocinados