Miguel Relvas: "Não há condições objetivas para que Miguel Alves continue no desempenho das suas funções" 

9 nov, 23:43

Miguel Relvas descreve a polémica com Miguel Alves como "um caso que está a minar o Governo, e não é filho único". O comentador da CNN Portugal serve-se do exemplo da discussão sobre a lei das incompatibilidades há umas semanas, e afirma que "quem vem desempenhar funções já sabe as regras que estão estabelecidas, e que "não há aqui regras novas".

Observa ainda que há um "mau-estar", independentemente de se saber se Miguel Alves é culpado ou não, e defende que "não há condições objetivas para que o secretário de Estado adjunto continue no desempenho das suas funções". 

 

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados