Miguel Pinheiro: "Se dependesse da justiça portuguesa, João Rendeiro estava em Portugal"

17 dez 2021, 09:47

Miguel Pinheiro analisou durante a manhã desta sexta-feira o caso de João Rendeiro, que vai ficar preso preventivamente pelo menos até dia 10 de janeiro, na cadeia da África do Sul.

"Se dependesse de Portugal, da justiça portuguesa, da polícia portuguesa, do Ministério Público português, dos juízes portugueses, João Rendeiro estava em Portugal. João Rendeiro está na África do Sul porque decidiu: primeiro, fugir, segundo, fugir para a África do Sul", explicou Miguel Pinheiro, avançando que o as prisões sul-africanas têm condições "horríveis", mas que esta se tratou de uma escolha do ex-fundador do BPP.

"Quem escolher fugir e fugir para ali, foi João Rendeiro. Parece que são as autoridades portuguesas que têm a culpa", rematou.

País

Mais País

Patrocinados