Michael vive entre Berlim e Lisboa desde 2006. "Os salários dos nómadas digitais são altos e isso cria desigualdades mas também há muitas oportunidades"

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade Fernando Pessoa, no Porto. Depois de três anos como repórter multimédia no Jornal de Notícias deixou a cidade onde nasceu para trás, iniciando uma desafiante viagem até ao centro-sul do país, onde pretende dar continuidade ao seu trabalho. Aos 26 anos procura inserir a sua marca no universo digital da CNN portuguesa. Mulher de causas, usa a voz para combater a desinformação e o inconformismo, e conta com a ajuda de dois braços direitos: a caneta e a câmara de filmar.
30 jan 2023, 07:07

Michael Meyer-Resende nasceu na Alemanha. É diretor de uma ONG internacional e apaixonou-se por uma portuguesa.

Em 2006, o casal mudou-se para Portugal, onde nasceram as suas duas filhas. Dividido entre Lisboa e Berlim, Michael trabalha remotamente num espaço de coworking no Saldanha, para fugir à "claustrofobia" da sua casa. 

Considera que a chegada de nómadas digitais acentua "um problema de desigualdades" em Portugal por causa da diferença salarial, mas acredita que o país pode tirar partido das "novas ideias e negócios".

CLIQUE AQUI PARA VER O STORYTELLING.

Viagens

Mais Viagens

Na SELFIE

Patrocinados