Mexida no IVA dos alimentos podia poupar 400 euros por ano no cabaz alimentar

Jornalista
4 jan, 22:04

O preço de um cabaz básico de produtos essenciais continua a subir de mês para mês. Os efeitos da inflação continuam, o que faz pensar sobre o peso dos impostos nestes alimentos. A Ordem dos Nutricionistas fez as contas, e diz que a redução do IVA, como fez Espanha, permitiria uma poupança de 400 euros.

Economia

Mais Economia

Patrocinados