"Mesmo que conseguíssemos captar todos os médicos obstetras no país, continuaríamos a ter dificuldade de resposta", assinala Marta Temido

1 jul, 20:28

A ministra da Saúde foi alvo de várias críticas numa audição parlamentar marcada pelos constrangimentos nas urgências em todo o país.

A audição de Marta Temido foi relativamente ocultada pela crise do ministro Pedro Nuno Santos, mas nesta sessão a ministra da saúde admitiu a impossibilidade de resolver o problema na obstetrícia, uma vez que não há médicos suficientes, mesmo no privado.

 

Saúde

Mais Saúde

Patrocinados