Mesmo com aumentos, a inflação não compensa. Funcionários públicos voltam a perder poder de compra

22 abr, 21:28

A função pública tem vindo a perder poder de compra e em 2022 não será diferente. Perante uma inflação de 4% este ano, o aumento será de 0,9%, garantiu o Governo na primeira reunião com os sindicatos.

Mesmo para 2023 não é certo que os aumentos acompanhem a inflação deste ano.

Desde 1977, só houve 10 anos em que os aumentos salariais da função pública compensaram a inflação.

Economia

Mais Economia

Patrocinados