Mensagens racistas de agentes da PSP e militares da GNR "são inadmissíveis para quem jurou defender a democracia"

17 nov, 23:51

A denúncia da existência de milhares de comentários - de teor racista e discriminatório - feitos por agentes de segurança nas redes sociais, levou a Inspeção-Geral da Administração Interna a investigar o caso.

Bruno Pereira, vice-presidente do Sindicato Nacional de Oficiais da Polícia, considera que estes atos "são inadmissíveis para quem jurou defender a democracia" e os cidadãos portugueses.

País

Mais País

Patrocinados