Mecanismo de escrutínio é "infantilizar a política": "Parece que estamos a lembrar aos miúdos o que é a ética e a honra"

Editor-Geral da CNN Portugal
12 jan, 19:23

Paulo Magalhães comenta o questionário de 34 perguntas aprovado esta quinta-feira em Conselho de Ministros, para maior escrutínio dos governantes convidados. 

O Editor-Geral da CNN Portugal questiona a escolha das questões, ainda não divulgadas ("porquê 34 e não 100?", "qual foi o critério?"), e considera que poderá haver outras questões igualmente importantes que acabem por ficar de fora (nesse caso, "a pessoa fica desobrigada de o dizer a quem o contrata?"). 

"Tudo o que aqui é pedido deveria ser dito pelo próprio, sem ser necessário um questionário", conclui.

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados