Mariupol: "Os russos estão a fazer uma lavagem cerebral às crianças"

29 ago, 10:29

O jornalista Irineu Teixeira, em serviço especial na Ucrânia, refere que os investigadores para vigilância à central nuclear de Zaporizhzhia estão a caminho, mas realça que "estar a caminho é subjetivo" e que "é perigoso." 

Comentando o ponto de situação da guerra, Irineu Teixeira indica que os russos continuam a atacar e que destruíram uma fábrica muito conhecida e que a zona sul da Ucrânia continua em alerta. Também os ucranianos não desistem e têm mantido os ataques contra bases russas, especialmente em Mykolaiv, Kherson e na zona do Donbass.  

O comentador da CNN revela, ainda, que, apesar de serem escassas, há informações cruéis sobre o que se passa nas zonas dominadas pelos russos. Em Mariupol, "a cidade mártir", teme-se que estejam "a transformar as crianças numa juventude putliana e hitleriana, fazendo-as esquecer o que é ser ucraniano." 

Europa

Mais Europa

Patrocinados