Marcelo quis sentar-se com o próximo presidente do Brasil? Santana Lopes acredita que sim. “Se disser o contrário, estou a faltar à verdade”

3 jul, 23:42

Pedro Santana Lopes critica a decisão de Marcelo Rebelo de Sousa de se encontrar com todos os ex-presidentes do Brasil, no âmbito da deslocação que está a fazer àquele país. Para o autarca da Figueira da Foz, o Presidente da República é necessária “muita cautela” quando se visita um país em período pré-eleitoral. Em causa está um encontro com Lula da Silva, candidato à presidência do Brasil, que não caiu bem ao rival e atual chefe de Estado, Jair Bolsonaro, que acabou por retirar o convite para um almoço com Marcelo. Para Santana Lopes, o Presidente da República revelou um “tique colonialista” ao insistir na sua postura de visitar todos os antigos presidentes, algo que tem como hábito nas visitas a outros estados da CPLP. Questionado se Marcelo terá querido sentar-se com o próximo presidente do Brasil, Santana Lopes é categórico: “se disser o contrário, estou a faltar à verdade”. Na CNN Portugal, o antigo líder do PSD teve também oportunidade para falar sobre o último Congresso do partido. “Vi o velho PPD/PSD a falar” através de Luís Montenegro, de quem se sente mais próximo, admitiu. Santana Lopes não descarta, agora, voltar a colaborar com os sociais democratas

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados