Mais uma vaga de ataques na Ucrânia. Acesso a água e energia volta a ficar comprometido

Jornalista da Editoria de Internacional
29 dez 2022, 16:15

A Ucrânia já tinha alertado para a possibilidade de um grande ataque antes do fim do ano - e as previsões vieram a concretizar-se.

Apesar de as forças ucranianas garantirem a eficácia do seu sistema de defesa antiaéreo, que terá abatido 54 dos 69 mísseis lançados pela Rússia, várias infraestruturas elétricas foram atingidas e deixaram quase metade dos habitantes de Kiev sem energia. 

A Bielorrússia, por outro lado, diz que um míssil antiaéreo ucraniano caiu no seu território, embora não tenha causado vítimas ou danos.

Europa

Mais Europa

Patrocinados