Macron, Scholz e Draghi na Ucrânia:  "Era uma visita há muito ansiada pela liderança ucraniana", afirma Sónia Sénica

16 jun, 12:24

"Era uma visita há muito ansiada pela liderança ucraniana", afirma Sónia Sénica, especialista em política internacional e comentadora da CNN Portugal. Segundo esta especialista, a visita de Macron, Scholz e Draghi à Ucrânia serve essencialmente para "demonstrar a solidariedade europeia à causa ucraniana e também a união que está por trás do seu apoio". Na agenda desta visita, a Ucrânia tem a vontade de adesão à União Europeia, a necessidade de mais armamento, mais essencial de tudo, a intenção de "ultrapassar alguns frissons ao nível diplomático sobretudo com a liderança francesa e alemã".

Europa

Mais Europa

Patrocinados