Lavrov diz que ajuda de Guterres com os corredores humanitários não é precisa

30 abr, 20:15

De Moscovo, Sergei Lavrov não vê qualquer necessidade de ajuda externa na abertura de corredores humanitários, nomeadamente em Mariupol, como tinha ficado acordado com António Guterres e com a ONU.

Em Kiev, o presidente da Ucrânia considera o ataque russo no momento em que Guterres estava na cidade "uma humilhação brutal das Nações Unidas".

Europa

Mais Europa

Patrocinados