João Ferreira acusa PS de propor atualizações salariais "bem abaixo da taxa de inflação"

17 jan, 08:34

O dirigente comunista João Ferreira, que está a ser substituir o secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, na campanha eleitoral, defendeu que há muitos trabalhadores em Portugal que merecem salários mais justos, nomeadamente os profissionais de saúde,-"aqueles aos quais muito se bateram palmas durante a pandemia". 

João Ferreira, que arrancou a campanha para as legislativas em Setúbal, acusou o PS de propor para 2022 "mais um ano com atualizações [salariais] bem abaixo da taxa de inflação", o que significa "mais um ano a perder poder de compra".

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados