Joana Amaral Dias: atirador teria "vontade absoluta e determinada de executar um extermínio"

25 mai, 00:07

Joana Amaral Dias, psicóloga e comentadora da CNN Portugal, fala sobre o jovem de 18 anos que matou 15 pessoas numa escola primária do Texas, admitindo que o atirador terá dado nas últimas semanas vários sinais da sua descompensação, mas que era necessário haver alguém para os ler e identificar. "Para isso, precisamos que a saúde mental deixe de ser um parente pobre", acrescenta, referindo que o homicida terá tido "vontade absoluta e determinada de executar um extermínio".

Admitindo que o jovem de 18 anos poderá ter tido, na infância, problemas que levaram a este desfecho, Joana Amaral Dias refere também que a disponibilidade de armas no Texas terá sido "a cereja no topo do bolo" para este crime, que relança um "debate urgente" sobre a necessidade de falar sobre o controlo de armas nos EUA.

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados