Jéssica terá sido usada para fazer transações de droga. PJ encontrou vestígios de cocaína numa fralda

Jornalista da editoria de Sociedade. Acompanha as áreas de Justiça e Administração Interna.
16 dez 2022, 20:22

A investigação da Polícia Judiciária acredita que Jéssica, a menina de três anos morta em Setúbal, tenha sido usada como correio de droga. Nas perícias feitas às roupas e ao corpo da criança terão sido encontrados vestígios de cocaína, que as autoridades acreditam que era colocada na fralda da menor para depois ser traficada.

País

Mais País

Patrocinados