Janelas partidas, escritórios vandalizados: apoiantes de Bolsonaro deixam rasto de destruição após invasão às sedes dos três poderes em Brasília

9 jan, 13:22

Lula da Silva responsabiliza o ex-presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, pela destruição e vandalismo em Brasília e decretou a intervenção da polícia militar para conter as manifestações.

Milhares de apoiantes de Bolsonaro invadiram as sedes dos três poderes - Congresso, Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal - uma semana depois de Lula da Silva ter assumido o poder.

Bolsonaro, que está nos Estados Unidos, rejeitou as acusações do atual chefe de Estado.

Brasil

Mais Brasil

Mais Vistos

Patrocinados