“Já não é só a água que nos pode faltar, é o próprio alimento, mesmo que tenhamos dinheiro na nossa carteira podemos não ter alimentos no supermercado”

27 ago, 09:14

Alexandra Azevedo, presidente da Quercus, alerta que a “consequência seguinte” da atual situação climática pode ser mais grave do que as pessoas pensam. Embora reconheça que “nada disto é novo”, o que se “perspectiva” para o futuro não é apenas a escassez de água de que se fala, mas também de alimentos.

“O que se perspetiva é a consequência seguinte, uma crise alimentar em larga escala, aí já não é só a água que nos pode falar nas torneiras, é o próprio alimento, mesmo que tenhamos dinheiro na nossa carteira podemos não ter alimentos no supermercado”.

Clima

Mais Clima

Patrocinados