Invasão da Ucrânia? Há "conflito", há "guerra", há uma "operação militar". A posição do PCP "persegue" Jerónimo até à Ovibeja

23 abr, 20:39

O secretário-geral do PCP manifestou este sábado ter “muito orgulho” em ser português e “solidariedade” para com os que sofrem com a guerra na Ucrânia, insistindo na “posição coerente e honrada” do partido em defesa da paz.

Em declarações aos jornalistas em Beja, durante uma visita à feira Ovibeja, Jerónimo de Sousa reagia às declarações do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que hoje, quando questionado acerca da posição do PCP sobre a guerra, afirmou: “‘Somos todos ucranianos'. Se quiser eu posso corrigir, somos quase todos ucranianos, há alguns que não são”.

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados