"Intervenção israelita, ainda que tenha objetivo militar, não deve causar danos desproporcionais"

6 jun, 22:58

Israel alega que na escola que bombardeou na Faixa de Gaza encontravam-se, pelo menos, 30 terroristas. Francisco Pereira Coutinho, especialista em relações internacionais, sublinha a premência de Israel respeitar o princípio da proporcionalidade, ainda que tenha um objetivo militar. 

Médio Oriente

Mais Médio Oriente

Mais Vistos

Patrocinados