Inflação, contas certas e Ucrânia: a mensagem de Natal do primeiro-ministro



Jornalista da editoria de política desde 2004, entrou para a TVI em 2003 e trabalhou na editoria de sociedade e no programa "Diário da Manhã", onde integrou a equipa fundadora do projecto.

Licenciada em Comunicação Social e Cultural pela Universidade Católica Portuguesa e mestre em Ciência Política pela mesma insttiuição.

Autora da obra "A Transição impossível: a ruptura de Francisco Sá Carneiro com Marcello Caetano" (Casa das Letras).
26 dez 2022, 15:35

Apesar da crise e de uma inflação muito elevada, o primeiro-ministro insiste que os portugueses têm razões para ter confiança no futuro e garante que o país está no pelotão da frente para fazer face aos desafios.

Na mensagem de Natal deixada ao país, António Costa pede paz, solidariedade e confiança nos desejos para 2023. 

Governo

Mais Governo

Patrocinados