Incendiário condenado a 25 anos de prisão estava acusado de 16 crimes

26 out, 11:20

Um homem foi condenado à pena máxima, 25 anos de prisão, esta quarta-feira. O suspeito estava acusado de 16 crimes de incêndio florestal, ocorridos entre 2017 e 2020, em Castelo Branco. Os fogos foram ateados com recurso a engenhos fabricados pelo agora acusado.

País

Mais País

Patrocinados