Imposto sobre lucros extraordinários: Espanha pretende arrecadar sete mil milhões de euros

28 jul, 21:42

O Santander e os restantes bancos que têm vindo a apresentar resultados estão contra qualquer imposto adicional sobre estes lucros extraordinários. Um dos argumentos é que já pagam impostos elevados há muito tempo. Noutros países europeus, no entanto, estão a ser decretados impostos adicionais sobre estes lucros, que resultam não das medidas de gestão de cada empresa, mas sim das circunstâncias, sejam a pandemia, a guerra ou a inflação.

Empresas

Mais Empresas

Patrocinados