IGAS propõe processo a médica por morte de bebé

Jornalista fundadora da TVI é licenciada em Comunicação Social pela Universidade Nova de Lisboa e tem o curso de Documentário da The George Washington University.Participou no curso sobre questões europeias da Fondation Journalistes en Europe com jornalistas oriundos de 27 países de todo o mundo. Frequentou ainda seminários sobre Defesa, Maçonaria e o Mundo Islâmico no Instituto de Defesa Nacional e na Universidade de Lisboa. Antes de entrar para a TVI foi repórter no «Expresso» e na RTP. Tem uma vasta experiência em diversas áreas do jornalismo tendo já realizado trabalhos de Política, Ambiente, Trabalho, Política Internacional, Desporto etc. Além do português tem conhecimentos nas línguas inglesa, francesa e italiana.

Foi membro da direção do Sindicato de Jornalistas e é atualmente delegada sindical dos jornalistas na TVI.
26 ago, 21:12

A Inspeção-Geral das Atividades em Saúde recomenda que seja aberto um processo disciplinar à medica que assistiu uma grávida cujo bebé morreu em junho nas Caldas da Rainha. No relatório hoje conhecido, a IGAS faz ainda duras críticas à atuação do Centro Hospitalar do Oeste, na gestão da falta de médicos nas urgências.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados