Haiti declara estado de emergência até 3 de abril. Primeiro-ministro não consegue regressar ao país e gangues que tomaram a capital pedem a sua demissão

8 mar, 21:11

Na capital, Port-au-Prince, dezenas de pessoas invadiram um armazém num terminal portuário destinado à cadeia de abastecimento de alimentos. A população apela por ajuda, à medida que a água e os alimentos estão a escassear.

O correspondente da CNN Internacional, Patrick Oppmann, conta-nos como a crise de segurança está a escalar no Haiti.

Mundo

Mais Mundo

Patrocinados