Habitantes não querem, mas metro de Campo de Ourique avança no Jardim da Parada. Conheça toda a polémica

Jornalista fundadora da TVI é licenciada em Comunicação Social pela Universidade Nova de Lisboa e tem o curso de Documentário da The George Washington University.Participou no curso sobre questões europeias da Fondation Journalistes en Europe com jornalistas oriundos de 27 países de todo o mundo. Frequentou ainda seminários sobre Defesa, Maçonaria e o Mundo Islâmico no Instituto de Defesa Nacional e na Universidade de Lisboa. Antes de entrar para a TVI foi repórter no «Expresso» e na RTP. Tem uma vasta experiência em diversas áreas do jornalismo tendo já realizado trabalhos de Política, Ambiente, Trabalho, Política Internacional, Desporto etc. Além do português tem conhecimentos nas línguas inglesa, francesa e italiana.

Foi membro da direção do Sindicato de Jornalistas e é atualmente delegada sindical dos jornalistas na TVI.
5 nov, 15:01

A extensão da linha vermelha do Metro de Lisboa está a causar polémica e um dos pontos contestados é a escolha do Jardim da Parada para acolher a estação subterrânea de Campo de Ourique. A população está contra porque teme o fim do único jardim do bairro, e até já há uma petição com oito mil assinaturas, mas o Metro diz que são medos sem fundamento.

País

Mais País

Patrocinados