“Há uma necessidade urgente de psicólogos”, diz Ordem. E deixa o recado: “Carência de recursos a este nível não existe”

4 set, 16:53

Renata Benavente, vice-presidente da Ordem dos Psicólogas, defende que “há uma necessidade urgente de psicólogos” nos mais variados setores da sociedade, incluindo o Serviço Nacional de Saúde (SNS) e as escolas, por exemplo. Há 300 nos cuidados de saúde primários, o que é “manifestamente insuficiente”, diz, frisando que há 25 mil profissionais habilitados. “Carência de recursos a este nível não existe”.

Em declarações à CNN Portugal, a psicóloga aborda a carta aberta enviada pelo bastonário da Ordem dos Psicólogos, Francisco Miranda Rodrigues, ao Presidente da República e facto de uma das principais lacunas ser o “incumprimento legal da avaliação psicológica dos seguranças privados”.

“Do nosso ponto de vista é absolutamente incompreensível como este incumprimento de mantém de forma reiterada”, diz Renata Benavente, frisando que “esta avaliação psicológica é fundamental”.

“O Estado tem o dever de fazer cumprir a lei. Há uma lacuna séria e grave”.

Saúde Mental

Mais Saúde Mental

Patrocinados