"Há uma grande discrepância entre o processo de Justiça comum e os processos de criminalidade económico-financeira"

27 jan, 13:12

"Acho que estamos a viver um paradoxo da nossa democracia", diz Luís Rosa, em análise às investigações que têm vindo a atingir membros da política portuguesa. 

Em mais um episódio de Fontes Bem Informadas, o comentador da CNN Portugal considera "inquestionável" que, hoje em dia, o país não tenha uma corrupção endémica "como a que tivemos, por exemplo, nos anos 70, nos anos 80 ou até mesmo nos anos 90". 

"O mau funcionamento do Estado, por si só, gerava fenómenos corruptivos", no entanto, na altutra, o Ministério Público "não estava minimamente capacitado para fazer qualquer tipo de investigações concretas".

Comentadores

Mais Comentadores

Mais Vistos

Patrocinados