Há "incoerências" e "propaganda" do Governo que tornam o plano para a Saúde "pouco credível"

13 jun, 13:08

Para o comentador Pedro Tadeu, é "razoável dar tempo" para que as medidas do plano de emergência da Saúde se concretizem. "Mas começa a parecer estranho a quantidade de incoerências que o plano tem e as medidas laterais que a ministra vai anunciando", garante.

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados