"Grupo Espírito Santo pagava a Manuel Pinho e o ministro decidia a favor do GES". A análise de Pedro Santos Guerreiro sobre a primeira parte do "Processo EDP"

6 ago, 00:27

O Ministério Público vai dividir o processo EDP em duas partes e avançar com a primeira acusação já no outono. De acordo com a edição deste sábado do semanário NOVO, Ricardo Salgado, Manuel Pinho e Alexandra Pinho serão alvo de acusação após as férias judiciais.

A CNN Portugal confirmou entretanto a informação e apurou que a acusação a Manuel Pinho, à sua mulher, e a Ricardo Salgado avançará até Dezembro para salvaguardar as medidas de coação ao casal. 

Pedro Santos Guerreiro, diretor executivo da CNN Portugal, explicou esta sexta-feira em que consiste o processo EDP.

País

Mais País

Patrocinados