Geórgia aprova lei "tipo Kremlin" com confrontos dentro e fora do parlamento

14 mai, 22:23

As tensões à porta do parlamento da Geórgia agravaram-se esta terça-feira depois de este ter aprovado, com 84 votos a favor, a chamada “lei contra a influência estrangeira”, que os Estados Unidos e a União Europeia encaram como um atentado à democracia no país do Cáucaso.

A lei, que o presidente diz ser essencial para evitar conflitos com a Rússia, implica que qualquer organização que receba mais de 20% do financiamento de fora do país tenha de registar-se como agente estrangeiro. A oposição e os sindicatos dizem que a medida recorda as políticas de Vladimir Putin, na Rússia, e exigem que o governo recue.

Nas últimas semanas, houve vários detidos em manifestações que terminaram em confrontos na capital. Os tumultos acontecem no ano em que a Geórgia vai às urnas, nas legislativas previstas para outubro.

Europa

Mais Europa

Mais Vistos

Patrocinados