Francisco Rodrigues dos Santos: "Os apoios do CDS a um eventual governo do PSD não estão em saldos"

7 jan, 20:59

Ao contrário de Rui Rio, Francisco Rodrigues dos Santos disse que o frente a frente com o líder do PSD vai servir para “marcar as diferenças entre os dois partidos”.

O democrata-cristão fez questão de referir que “o único voto útil” é o voto no CDS-PP, pelo menos para aqueles que querem um governo de direita em Portugal. Um voto do PSD, disse, pode resultar num bloco central.

Sobre a eventualidade de apoiar um governo do PSD, Francisco foi claro: “Os apoios do CDS a um eventual governo do PSD não estão em saldos, nem podem ser encarados como um dado adquirido”.

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados