Fraca popularidade e crescente sentimento anti-monarquia: Carlos III não terá um reinado fácil

Jornalista de economia da TVI e TVI24.pt desde outubro de 2013.

Foi Editora da Agência Financeira e comentadora da TVI e TVI24 entre 2006 e 2013, onde alimentava a secção de economia da tvi24.pt e Push by IOL.

Licenciou-se em Comunicação Social, com especialização em Jornalismo pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade Técnica de Lisboa.

Realizou estágio na Agência Financeira em 2001, passando a integrar a redação como jornalista no final desse ano. Escreveu sobre empresas, mercados, macroeconomia, impostos e finanças pessoais.

Ao longo dos anos colaborou com várias rádios (Rádio Capital, Rádio Mais, Antena 1, Rádio Clube Português e Rádio Renascença) para comentários de mercados, finanças pessoais e temas económicos.

Colaborou também com os jornais «O Independente» e «Metro», tendo integrado a equipa que fundou o jornal online «Diário Financeiro», que chegou a editar.
9 set, 21:27

Carlos III terá pesados desafios pela frente enquanto rei. Apesar da neutralidade política exigida a uma figura que é sobretudo simbólica, o rei terá de enfrentar movimentos crescentes que consideram a monarquia desnecessária e ultrapassada. Carlos III terá também de se esforçar para manter a união dos muitos territórios da Commonwealth onde ainda é monarca, chefe de Estado ou simplesmente uma figura proeminente. Mas a baixa popularidade junto do povo pode ser um obstáculo.

Europa

Mais Europa

Patrocinados