"Foram bombardeados, perderam alguém querido ou estão à procura de abrigo." A reportagem no centro que acolhe 20 mil refugiados ucranianos nos EUA

16 mai, 23:33

A guerra na Ucrânia já fez mais de seis milhões de refugiados, 90% dos quais mulheres e crianças. A Europa tem sido refúgio por excelência, mas desde que Joe Biden abriu as portas a 100 mil ucranianos, o fluxo na fronteira do México com a Califórnia disparou.

A reportagem da TVI/CNN Portugal esteve no único centro de acolhimento que permitiu a 20 mil ucranianos, durante o mês de abril, chegarem em segurança aos EUA. 

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados