Fim de semana de caos nas urgências e nos aeroportos. "Estamos num processo de falência do Estado enquanto gestor": a análise de Anselmo Crespo

13 jun, 19:12

Este fim de semana ficou marcado pelo caos nos serviços de urgências de vários hospitais do país, um problema que, de acordo com Anselmo Crespo, "era mais ou menos previsível", tendo em conta que o Ministério da Saúde sabe quantos profissionais de saúde tem e quantos são necessários para suprir as necessidades dos portugueses.

No seu espaço de comentário habitual na CNN Portugal, Anselmo Crespo indica que a despesa corrente da saúde "quase duplicou" nos últimos 10 anos, e que o número de profissionais de saúde no Serviço Nacional de Saúde (SNS) aumentou de 2019 para 2021. O que está a faltar, no seu entender, é uma boa gestão da Saúde, e o mesmo se aplica aos aeroportos portugueses, que têm vindo a registar tempos de espera muito elevados nas últimas semanas.

País

Mais País

Patrocinados