Exclusivo: Cartas mostram como Dom José Ornelas respondeu às denúncias de abusos sexuais de menores em Moçambique

3 out, 22:46

O escândalo de abusos sexuais na Igreja Católica atingiu o chefe máximo do bispos, Dom José Ornelas. O Exclusivo com Sandra Felgueiras teve acesso a uma troca de correspondência inédita.

Ao contrário do que afirmou publicamente, o presidente da Conferência Episcopal teve conhecimento de abusos sexuais a crianças moçambicanas no orfanato do Gurué, que frequentavam o centro polivalente da congregação dos dehonianos, da qual Dom Ornelas era responsável máximo e nada fez. 

O caso só foi reaberto agora, em Portugal, depois de Marcelo Rebelo de Sousa ter encaminhado a denúncia para a Procuradoria Geral da República. Esta mesma denúncia tinha sido enviada também a António Costa em março de 2019, e o primeiro-ministro reenviou-a para o ministério da Justiça e para o ministério dos Negócios Estrangeiros. Por sua vez, o MNE fez chegar as denúncias para a Procuradoria Geral da República. 

A Procuradoria Geral de Moçambique acaba de confirmar que um dos padres italianos, denunciado pelos órfãos, foi acusado há um ano e aguarda julgamento.

Governo

Mais Governo

Patrocinados